Dietoterapia e a Dietética Chinesa

MAIS
INFORMAÇÕES
Marcação Acupuntura em Casa
Marcação Tratamentos
Marcação Equipamentos e Métodos
Marcação Equipe
Marcação A Empresa
Marcação Dicas de Saúdede
Marcação Perguntas Frequentes
Marcação Pesquisa de Satisfação
Marcação Trabalhe Conosco
ÁREA DO CLIENTE
Acompanhe a data de suas consultas e 2ª via de boleto
esqueci minha senha
  
Dietoterapia e a Dietética Chinesa
quarta-feira, 29 de julho de 2015
DIETOTERAPIA E A DIETÉTICA CHINESA

A dietética Chinesa ou dietoterapia é um fundamento da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) que trata a saúde como uma fonte de equilíbrio humano. Nossos hábitos diários influenciam gradativamente na qualidade de vida que teremos e a alimentação é o quesito especial nesse caso. No oriente é comum relacionar os alimentos a características pessoais com seus efeitos sobre o sistema energético humano, ele permite que o uso dos mesmos manipulem as condições do corpo. A cor do alimento, o aroma e o sabor se complementam com uma crença tradicional no valor medicinal se igualando a remédios.

A relação da cozinha chinesa vinculada a equilíbrio e a cura de doenças é muito antiga, foi chamada de “harmonia dos alimentos” por um intelectual que criou uma conexão entre os sabores: doce, azedo, amargo, picante e salgado ás necessidades nutricionais dos cinco principais sistemas de órgãos do corpo (coração, fígado, Baço/Pâncreas, Pulmões e Rins). Muitas plantas utilizadas na cozinha chinesa tais como alho-porrô, gengibre, alho, botões secos de margaridas, cogumelos, têm propriedades de prevenção e alívio de inúmeras doenças.

O corpo e a mente possuem uma sintonia inigualável, saber adequar a alimentação e conhecer os seus efeitos sobre o nosso corpo, é aprender a maneira de se interferir em casos do vazio ou plenitude dos órgãos e das vísceras. Através desse conhecimento a MTC criou um procedimento detalhado para repor os gastos energéticos e da matéria, proporcionar a vitalidade e a longevidade celular, evitar os processos degenerativos, e o envelhecimento precoce.

Elemento

 

Sabor

 

Exemplo de alimentos

 

Meridiano

 

Efeito

 

Tóxico

 

Efeito Negativo

Água

Salgado

Frutos do mar, gergelim, repolho roxo, fígado, algas, pretos.

Bexiga e Rim

Diurético

Salmouras e conservas

Medo

             

Madeira

Azedo

Caules, folhas verdes, kiwi, pistache, verdes.

Fígado e Vesícula Biliar

Atua sobre a circulação

Vinagre

Irritabilidade

             

Fogo

Amargo

Alface, acelga, jiló, boldo, repolho roxo, morango, tomate, beterraba.

Coração e Intestino Delgado

Calmante

Tabaco

Instabilidade emocional

             

Terra

Doce

Raízes, arroz, abóbora.

Estômago e Baço-Pâncreas

Calmante

Açúcar

Compulsão, ansiedade

             

Metal

Picante

Gengibre, alho, hortelã, folhas, arroz, banana, aipim, nabo, alimentos brancos.

Pulmão e Intestino Grosso

Desintoxicam-te dispersor de vento e calor

Álcool

Tristeza

A crença oriental se baseia em uma sincronização de diversos fundamentos e com os alimentos não são diferentes, eles também obedecem a Lei dos Cinco Elementos, que liga diversas características com os elementos Água, Madeira, Fogo, Terra e Metal.

Os chineses acreditam que alimentar-se com os produtos que contenham a energia necessária para o corpo em determinado momento é a melhor maneira de manter o equilíbrio, energia essa que pode estar na vagem do feijão verde, no fígado da vaca, na casca de um fruto, etc.

Seguindo o pensamento de dietistas chineses, a boa saúde depende da ingestão do Qi em grãos que nutre o Qi do estômago. Comer e beber exageradamente danificam o baço e o estômago e altera o metabolismo predispondo a pessoa á doenças.  

Confira os serviços da Central da Acupuntura

Equipe Central da Acupuntura

Pr-avaliao via Telefone